Arquivo da tag: saúde

O Paciente Felino

cachorro-com-gatoQuem já não ouviu por aí a famosa frase que o “gato é um cachorro pequeno“? Pois bem, ele não é.

Desde o início da civilização, vemos a introdução dos gatos na vida cotidiana das pessoas e, ao longo do tempo, suas “funções felinas” foram sendo modificadas até chegarem ao ponto de eles se tornem membros da família. Diferente dos cães, os gatos possuem comportamentos singulares que atraíram mais adeptos à espécie e hoje eles são a maioria dos animais domésticos nos lares de diversos países do mundo, como nos EUA. A população de gatos na casa dos brasileiros esta quase alcançando o número de cães e o atendimento diferenciado a esta espécie tão peculiar é de suma importância para a medicina veterinária.

Muitas vezes, manejar um felino dentro de um consultório, ou até mesmo na internação, não é tarefa fácil. Gatos não reagem bem a mudanças em sua rotina e muitas vezes levar estes “bigodudos” a um consultório veterinário pode ser muito estressante, tanto para o gato como para o tutor. E é aí que entra o médico veterinário! Ele deve ser capaz de identificar como o paciente está reagindo a este novo ambiente, assim como ter paciência e respeito em relação ao limite de tolerância do gato ao manejo. O gato, ao contrário dos cães, exercem alguns movimentos específicos com o corpinho que nos diz muita coisa sobre como ele está se sentido no momento e cabe ao médico veterinário identifica-los. Faz parte da função do médico veterinário tornar a experiência de ir a uma clínica veterinária o menos estressante possível para os felinos.

Porém, entenda: apesar de ser uma experiência não tão agradável para o seu gato (afinal, quem gosta de ir ao médico?), levar seu gatinho ao médico veterinário regularmente impede que muitas doenças apareçam de surpresa! Você sabia que o gato disfarça muito bem que não está bem? Muitos deles só demonstram sua debilidade quando já estão muito doentes! Por isso é importante você levar seu gato ao médico veterinário regularmente! Ele pode te ensinar como enriquecer o ambiente e otimizar o manejo que você faz ao seu gato dentro de casa e pode te indicar os melhores exames e vacinas para manter a saúde de seu gato!

ana-pet-center-canoas-blog

 

Ana Niederauer
Médica Veterinária- CRMV 14709

 

Por que não dar comida caseira para seu pet?

Comida caseira para cães e gatosCom a humanização dos animais, muitos donos não vêm problemas em alimentar seus pets com a comida feita em casa, para pessoas.

Surge então uma preocupação muito grande, por nós veterinários, que é alertar a importância da boa alimentação para seu pet, evitando sérios problemas de saúde, que podem até levar a morte.

Antigamente, culturalmente falando, a alimentação era baseada em comida feita pelo proprietário com ingredientes caseiros como arroz e restos de animais (vísceras, pele, ossos e gordura). Esses produtos podem trazer diversos prejuízos, principalmente hepáticos e gastrointestinais, podendo levar à morte. Outro ponto negativo, de fornecer uma dieta baseada em comida caseira, é que alguns temperos, que não fazem mal para a saúde humana, são extremamente tóxicos para animais.

A maioria das afecções em pequenos animais que constatamos aqui na clínica, envolveram uma alimentação inadequada, ou seja, poderiam ter sido evitadas. Por isso, pelos mesmos motivos que buscamos um nutricionista, a alimentação do pet deve ser acompanhada por um médico veterinário e se alimentar conforme uma dieta própria, visando uma vida saudável.

Recomendo sempre procurar um médico veterinário para esclarecer as dúvidas relacionadas com a alimentação e saúde do seu pet, afinal de contas, mais que um pet, eles fazem parte da família.

Com carinho,

Veterinária Fernanda Xavier

 

Fernanda Xavier
Médica Veterinária
CRMV/RS 09420

 

Por que não devo dar leite para meu gato?

Por que não devo dar leite para o meu gatoOs tutores de cães e gatos são pessoas cada vez mais antenadas sobre o melhor manejo a ser fornecido aos seus animais, afinal, hoje em dia os nossos pets não são apenas animais de companhia, e sim membros muito amados das nossas famílias! E um tópico recorrente nos questionamentos aos veterinários é a respeito da alimentação, dos produtos destinados ao nosso consumo que podem ser ingeridos por cães e gatos.

O mercado pet dispõe de várias opções de alimentação para animais, na forma de rações que devem ser administradas conforme as indicações do fabricante. Todas as rações de boa qualidade são alimentos completos, suprindo toda a necessidade de energia e vitaminas que nossos peludos precisam para se manterem saudáveis. Desta maneira, produtos destinados a humanos não são realmente necessários, e mais, eles podem ser nocivos a saúde!

Os gatos são animais de muitas peculiaridades, e só quem tem um bichano em casa sabe do que eu estou falando. E estes detalhes tão importantes destes animais incríveis, também se estendem ao seu metabolismo. Apesar de serem mamíferos, os gatos são classificados como carnívoros estritos, que se alimentavam somente de carne e derivados quando eram animais selvagens. Devido a isso, conforme vão crescendo eles vão tendo uma diminuição progressiva da enzima “lactase” no seu trato digestivo, o que faz com que os bichanos tenham dificuldade para digerir o leite, o que pode levar a crises de diarreia e dor de barriga.

Então, quando você quiser dar um agrado para o seu gatinho, procure em pet shops e clínicas veterinárias por petiscos específicos para eles, que vão ser especialmente formulados para não causar nenhum dano a saúde, além de serem deliciosos! Na nossa loja, junto a clínica, temos a disposição várias opções, venham nos visitar!

Guilherme Cirino

 

Guilherme Azevedo Cirino
Médico Veterinário
CRMV/RS 11799